O que é o Coaching Nutricional?


Recebo constantemente muitas perguntas:


O que é o Coaching Nutricional?


No meu caso, gosto de chamar de NutriCoach, e não foco apenas na alimentação.


Muitos pensam que é o mesmo que o trabalho do nutricionista (profissional de saúde com curso superior) e não é. Pode coincidir e o profissional ser nutricionista e coach (ou seja, também ter formação certificada em coaching) e o Coach não ser nutricionista.


Além do mais, são duas figuras que podem se complementar perfeitamente. O nutricionista trabalha com uma abordagem diferente, se concentra em adaptar a dieta ao próprio paciente, de acordo com o objetivo da consulta (emagrecimento, gravidez, diabetes, patologias e condições específicas, etc.), intervém na alimentação, prepara cardápios adaptados às necessidades, dá conselhos nutricionais...


São muitos que fazem um trabalho muito bom de divulgação e informação, desmontando falsos mitos e agregando muito valor a uma sociedade um tanto desatualizada e com excesso de (má) informação.


Embora já saibamos, também, que às vezes dietas e exercícios físicos não bastam, devemos ir um pouco mais longe. Existe uma parte mental e emocional que geralmente não é trabalhada. Refiro-me a crenças, pensamentos, hábitos (além de esportes e alimentação), gerenciamento de emoções, autoestima, bloqueios... que boicotam o sucesso do objetivo de saúde do indivíduo.


Além do mais, a pessoa que normalmente faz um processo de coaching desse tipo, ou a maioria dos meus clientes, pelo menos, são pessoas que já experimentaram todos os tipos de dietas, produtos, tratamentos médico-estéticos, suplementos, exercícios... de tuuuuuudo. Alguns se saíram bem, toda a teoria do livro, MAS... sabem que tem outra coisa, algo que eles não veem ou não têm consciência e que os impede de ter o peso e estilo de vida saudável que desejam.


Se não houver uma reprogramação mental, uma mudança na forma de pensar e agir, não haverá estratégia que funcione, pelo menos a longo prazo.


Em um processo de coaching:


A pessoa não é paciente, é cliente ou coachee. O treinador NUNCA diz à pessoa o que fazer (ou o que comer...), pois a pessoa é responsável durante todo o processo, ela escolhe a todo o momento. Claro, o coach o leva a se desafiar, a se confrontar, a se questionar, e coloca essa luz no caminho para que o cliente continue na direção certa, eliminando obstáculos. Para mim, é importante que a pessoa assuma a responsabilidade por seus processos, suas escolhas e suas ações.


E mais, mude até o vocabulário:

  • A palavra problema torna-se desafio.

  • O peso e o seu corpo, na sua mensageira.

  • A palavra culpa, em responsabilidade.

  • A palavra regime de dieta, em estilo de vida saudável. E um pouco mais longe, em autocuidado.

  • A palavra falha, erro, em aprendizagem

  • A vida torna-se uma escola onde há muitas lições... e o peso também tem o seu porquê.

Portanto, o Coaching Nutricional não é uma dieta, nem uma cura, nem tem fórmulas mágicas. Tem que agir.


E tem que trabalhar! É um trabalho interior muito gratificante, embora às vezes, eu não vou te enganar, o processo é longo.


O peso, os quilos a mais (não importa o excesso) falam de si, das suas crenças, das suas experiências, da sua bagagem emocional, das suas feridas emocionais...


E esse processo não é para todos.


Já que nem todo mundo gosta de olhar para dentro, deixar-se levar e estar pronto para assumir o controle de suas vidas. É preciso parar de "deixar pra lá" e assumir a responsabilidade por seus corpos, sua saúde (físico-mental-emocional), suas vidas. E, para muitos, é mais fácil continuar na zona de conforto, no modo de reclamação, vítima, do que querer mudar. E está tudo bem, é uma escolha.


E como todo bom profissional, o coaching tem que saber até onde pode ir e se retirar e encaminhar quando não é a sua área.


Vou te contar o que faço, de acordo com minha experiência e formação.


A minha base neste tipo de processo é o coaching, pois esta disciplina mudou a minha vida (também já vivi a experiência do outro lado, como cliente, em muitas ocasiões). E por ser um assunto que me apaixona, somado ao meu desejo incansável de aprender, eu me especializo constantemente.


Amo ferramentas comportamentais, então trabalho com algumas técnicas e metodologias:


Tenho certificação em Coaching de Saúde e Bem-estar. Formação em Coaching Nutricional e Emagrecimento. Terminando a graduação em Nutrição. Formação em Nutrição Funcional, Nutrição Comportamental. Practitioner em PNL - Programação Neurolinguística. Treinamento em Terapia Cognitivo-comportamental, Psicologia Positiva, Inteligência emocional, Mindfulness e Mindful Eating (Alimentação Consciente e Intuitiva) e Autocompaixão. Toda essa formação, além da minha experiência profissional e de vida, me deu as condições para criar meu próprio método de trabalho, onde também utilizo as ferramentas do Coaching, da Nutrição Comportamental e da Terapia Cognitivo-comportamental para atingir os objetivos, não só de emagrecimento, como também de saúde dos meus clientes.


Coaching nutricional, como eu o trabalho:


É um processo de acompanhamento que pode ser individualizado ou em grupo online. Em ambos os casos, trabalho corpo-mente, gestão das emoções, do comportamento e alimentação. É toda uma jornada de autoconhecimento, de transformação pessoal, é um processo de trabalho interior, é um mergulho dentro de si: “as respostas estão dentro de cada pessoa”.


O foco não está no peso em si, ou na balança, ou nas calorias. O foco está na causa, na raiz do problema, já que o peso é consequência de muitos fatores que não se veem (crenças limitantes, maus hábitos, gerenciamento de emoções, estresse, meio ambiente, transgeracional...).


O objetivo principal é mudar a relação disfuncional que a pessoa tem com a comida, e que, no fundo, é a relação consigo mesma. Portanto, o trabalho interno e o autoconhecimento são fundamentais.


É um processo de acompanhamento e de formação individualizada. Onde se trabalha, não só a parte física (o corpo), mas também a parte emocional (administrar as emoções) e a parte mental (pensamentos). É um trabalho holístico, para encontrar esse equilíbrio corpo-mente-emoções.


Para mim, é uma filosofia de vida, uma mudança de mentalidade, uma escolha. É deixar para trás velhos padrões de comportamento, crenças obsoletas... e todos aqueles quilos extras, aqueles velhos hábitos disfuncionais que te limitam e te impedem de seguir em frente.


É aprender a buscar esse equilíbrio e harmonia entre um estilo de vida saudável, o prazer e as escolhas alimentares, mantendo um peso saudável.


É aprender a dar ao corpo o que ele precisa e o que é melhor para ele em cada momento (e não precisa ser comida), a partir da consciência. Aprender a nutrir não só o nosso corpo físico, mas também o mental, o emocional e, claro, o espiritual.


É aprender a se amar, se cuidar, se respeitar, se valorizar... é conectar-se consigo mesma.


Resumindo:


É uma escolha de vida e um compromisso consigo mesma, com o corpo (nosso veículo terrestre), com a imagem corporal (sim, não nos iludamos, a imagem é importante), com a saúde e o bem-estar (físico, mental e emocional).


Em suma... soltar essa bagagem emocional! É o início de um estilo de vida sem data para terminar.


Espero que tenha gostado ou pelo menos tenha esclarecido algo.


Deixe-me seus comentários, adoro, de verdade, compartilhar e interagir. E se você tiver alguma dúvida, pergunte, ficarei feliz em responder. E por fim, se você gostou compartilhe com alguém que precisa dessas palavras.


Um grande beijo.


PD.1. te convido a um café virtual. Reserve a sua sessão de avaliação gratuita.


Hoje pode ser um ótimo dia para começar aquela mudança interior que se refletirá no seu corpo (sozinha ou acompanhada). Seus resultados são a soma de suas decisões diárias. A única hora em que você pode agir é agora.


Se você quer ser acompanhada, e quer me ter como companheira de viagem, você pode agendar sua sessão de avaliação para um possível Processo de Coaching Nutricional.


Eu te encorajo a começar um estilo de vida saudável e uma jornada de transformação pessoal - sem data de término. Claro, preencha este formulário primeiro, para agendar nossa sessão de avaliação, onde falaremos sobre seu caso específico e como posso te ajudar.


Sim, Patrícia, eu aceito o convite do café virtual. Estou interessada e quero fazer as coisas acontecerem >>