Quem [Se] Ama, Cuida


Quero iniciar esta semana te contando a história de uma cliente que tive. Praticamente todas as noites ela pedia entrega de comida para ela e o marido. Tinha dois filhos pequenos. Comia comida processada e industrializada diariamente.


Para as crianças, ela passava horas cozinhando. Ia no hortifruti, na feira, sempre oferecia alimentos frescos, nem gostava de congelar as papinhas que fazia. E sabe por que ela fazia isso? Por amor aos filhos, pensando na saúde deles. E para ela, comia qualquer coisa, sem se importar se era saudável ou não. A questão é... E o amor próprio? Será que ela não precisava de amor e carinho também?


Alimentação saudável exige cuidado, tempo e dedicação. É um gesto de amor próprio. É muito mais fácil comer qualquer coisa, fazer macarrão instantâneo, pedir um hambúrguer, comer biscoito recheado. Não digo que precisa ser radical e nunca comer esses alimentos. Mas, a gente precisa se cuidar melhor, cuidar de nós mesmas.


Às vezes fazemos as coisas pelo marido, pelos filhos, pela nossa mãe... Mas, e por nós? Tudo o que comemos se transforma no nosso corpo. Quando comemos com frequência alimentos não saudáveis, estamos nos prejudicando, afetando a nossa saúde. Afinal, você não merece ter saúde, longevidade e qualidade de vida? Claro que sim!


Sei que a gente não faz por mal, e sim porque nossa vida é uma correria. Mas, pense na própria saúde. Muitas doenças perigosas, como diabetes e pressão alta são causadas pela má alimentação e aparecem silenciosamente. Pense em você mesma com carinho. Se respeite.


Se você se identifica com a história dessa minha cliente, que tal mudar isso? Vamos tentar?


Inscreva-se no blog e receba meu conteúdo exclusivo em seu email para não perder nada! É só rolar a página até o final de inserir seus dados.


Boa semana!!!

Me acompanhe no Insta @patriciafigueiredonutri