Um dos Segredos do Emagrecimento Sustentável (eu diria que é o principal)


Certamente você já sabe exatamente o que precisa fazer para emagrecer.

Rapidamente poderia pensar - "ah é só comer melhor e praticar exercícios". Ok, tem razão, entre outras coisas, é por aí mesmo... No entanto, pra que esses 2 pontos se estabeleçam como transformação, é fundamental a CONSISTÊNCIA.

E é aí onde tantas pessoas falham… E passam a vida sem conseguir alcançar ou sustentar um resultado satisfatório.

Consistência é a repetição de determinado comportamento até que ele se torne um hábito. É aderir ao plano, seja ele comer mais salada ou treinar três vezes por semana. Você não pode comer salada uma vez por mês e esperar que se torne habitual. Você precisa praticar o suficiente para que, aos poucos, se torne algo natural para você.

Mas, eu aposto que você também já sabe disso, certo? Então, por que você ainda sofre para comer melhor? Por que você se inscreve na academia e abandona três vezes por ano?

Nessa hora, a resposta que eu geralmente escuto é:

“É porque eu não tenho força de vontade”.

E essa é a maior pegadinha da indústria do emagrecimento. Nunca se tratou de força de vontade, nem de uma disciplina inalcançável. Ser consistente na sua alimentação e rotina de exercícios não é uma questão de "foco, força e fé". É uma questão de amor, mais precisamente, autoamor.

Uma jornada de emagrecimento está fadada ao fracasso se ela não for movida a amor.

Quer ver?

Quando pensamentos como esses no exemplo abaixo passam pela sua cabeça:

– “A vida é muito curta para não repetir esse bolo”.

– “Não é justo que ela (aquela amiga com a genética da Gisele Bündchen) possa comer todas essas coisas maravilhosas e eu não”.

– “Eu tenho ido tão bem que mereço um agrado”.

Ou seja, se são pensamentos recorrentes, você não está tentando mudar por amor.


Em outras palavras, se as coisas que você precisa fazer todos os dias – as boas escolhas alimentares, se exercitar, priorizar o sono, organizar sua alimentação, etc. – não te dão prazer, se você as faz apenas porque acredita que se fizer o suficiente, sofrer bastante vai conseguir o corpo que você deseja, infelizmente, essa forma de buscar o emagrecimento definitivo é uma condenação ao fracasso.

Para uma verdadeira transformação, você não pode detestar a vida que está tentando criar.

Vou te dar um exemplo… Vamos supor que você deteste tomar banho e apenas o faça porque sabe que o resto do mundo não aprovaria se você simplesmente decidisse parar de tomar banho. Então, pesarosamente você toma banho todos os dias em que precisa estar perto de pessoas. Mas, o que acontece quando chega o domingo e você vai ficar sozinha o dia todo? Você não toma banho, é claro! Por que você faria algo que odeia se não vai ter ninguém por perto o dia todo, considerando que essa é a principal função do banho para você?

O exemplo acima é apenas para ilustrar a forma pela qual muitas pessoas estão tentando mudar os seus corpos. Elas não gostam de fazer o que precisa ser feito. Então, sempre que possível, se desviam do objetivo.

Elas não veem uma refeição saudável como um presente maravilhoso para o próprio corpo e sim como uma tortura para cumprir uma meta.

Elas não veem uma atividade física como algo que pode ser prazeroso, que pode fazer bem ao corpo e ao espírito. Pelo contrário, veem como mais uma tarefa a cumprir para “detonar calorias”.

Quer ver o contraste da mudança quando é feita pelo amor (autoamor)?


Se você está aprendendo a tocar violão, você JAMAIS diria:

– Eu tenho ido tão mal ultimamente! Certamente, eu mereço tocar muito mal no sábado à noite! Eu vou errar TODAS as notas! Uhuuuuul! Eu mereço!

Ou então, se o seu hobby fosse costura… Você adora costurar. Você JAMAIS pensaria algo como:

– Eu tenho feito todos esses pontos tão retinhos. Não vai fazer mal se eu fizer apenas um torto! Eu só preciso fazer um ponto bem torto para ficar feliz, então eu volto a fazer os pontos bem retinhos.

Não faz nenhum sentido, certo?

Se você acompanhou minha linha de pensamento, deve estar claro que não gostar do processo diário, não desfrutar o momento e só pensar no resultado final vai ser um caminho de sofrimento. E muitas pessoas passam a vida toda nesse caminho por não conseguirem definir realmente suas motivações. Não seja uma delas.

Acredite ou não, você pode SIM comer algo mais saudável porque você merece. Você pode SIM se exercitar porque o seu corpo fica feliz.

A consistência nas suas boas escolhas é resultado direto dessa conduta de merecer se tratar bem. De autocuidado e amor próprio. O seu corpo não te traiu. Ele precisa que você cuide dele, mas não se sabotando!

Pode parecer chocante para algumas pessoas, mas, você realmente pode tratar seu corpo com compaixão e amor mesmo que ele não seja como você gostaria.

Cada refeição pode ser um grande acontecimento, mesmo que a anterior ou a próxima não seja.


Portanto, pense na sua próxima escolha com carinho porque você é merecedora. E na próxima também, e de novo. E de novo. Continue nesse padrão até que se torne um hábito e eu te garanto que o seu corpo vai se tornar tudo que você quiser que ele seja.

Me conta aqui se essa perspectiva te ajudou. Eu adoraria saber!


-

O Mindful Eating é uma grande oportunidade para se concentrar na experiência por trás de cada refeição. Os alimentos que antes eram rotulados como “proibidos” ou “maus” não influenciam mais negativamente nosso comportamento alimentar quando comemos conscientemente.


Por isso, eu criei uma edição especial grátis de um desafio para você que deseja mudar sua relação com a comida e criar hábitos consistentes: Desafio Alimentação Consciente . São 5 dias para praticar o Mindful Eating e comer com atenção plena. Clique aqui para saber mais.


Se você gosta de receitas saudáveis ​​e dicas de nutrição, saúde e comportamento alimentar, faça parte no meu canal no Telegram: https://t.me/patfigueiredonutri


Siga-me: https://www.instagram.com/patriciafigueiredonutri/